Sustentabilidade com componentes automotivos

Sustentabilidade com componentes automotivos

Há mais de 10 anos, o setor automotivo tem sido responsável por uma boa parcela da economia mundial.
Comprar um automóvel é incentivar a liberdade, ter autonomia e estilo. Para ter uma ideia, o segmento é o segundo maior entre os setores automotivos, perdendo apenas para a indústria do aço.


De acordo com dados recentes, são produzidos cerca de 80 milhões de carros todos os anos, no mundo todo.
Mesmo em meio à crise, o crescimento anual da venda de carros chega a ser em média 4%. Só no Brasil, existe um veículo para cada 8 habitantes.

No entanto, a produção e o próprio uso do automóvel são fatores extremamente prejudiciais ao meio ambiente.
Por conta disso, a única saída é o desenvolvimento de peças sustentáveis, uma prática adotada por grandes montadoras do setor automotivo.

Abaixo, veja alguns exemplos de sustentabilidade com componentes automotivos.

Durabilidade para o motor

O motor é responsável por mover o carro, mas existem alguns componentes que podem aumentar a vida útil do automóvel, evitando o descarte de peças no meio ambiente.

O radiador de alumínio é um desses componentes que, diferente do radiador convencional (composto por aço ou cobre), pode aumentar a vida útil do motor. Além disso, a peça de alumínio é mais leve, soldável e reciclável.

Dessa forma, é muito mais fácil fazer a manutenção da peça, ao invés de jogar fora e comprar outra.
Além de ser sustentável, o radiador exerce as mesmas funções que os demais radiadores convencionais e conta com as seguintes vantagens:

  • Ajuda na rota de calor;
  • Evita superaquecimento do motor;
  • Refrigera as peças;
  • Fácil de instalar;
  • Melhor custo benefício;
  • Manutenção facilitada.

Sendo assim, o radiador feito de alumínio é capaz de reduzir os danos causados na natureza, bem como os que acontecem periodicamente, além de evitar prejuízos, pois o equipamento pode ser soldado com facilidade.

Regeneração dos freios automotivos

Uma tecnologia nova e pouco utilizada nos veículos, mas que promete dominar o mercado nos próximos anos.
Os freios regenerativos têm a finalidade de transformar a energia cinética, liberada durante a frenagem, em energia elétrica, armazenada diretamente na bateria.

Deste modo, nos carros elétricos e híbridos, a energia acumulada seria utilizada como combustível. No entanto, isto é uma tecnologia pouquíssima aplicada nos automóveis.

Mas, nos dias de hoje é possível encontrar a bateria vrla, que é selada e não exige manutenção.

Em português, vrla significa ácido de chumbo regulado por válvula. A bateria que utiliza a tecnologia é revestida de chumbo, uma vez que serve para alimentar, durante quedas de energia, diversos tipos de equipamentos elétricos e eletrônicos, bem como os circuitos do carro.

A peça pode ser encontrada na versão baterias 6 volts ou 12v também, mas é popularmente conhecida como vrla ou bateria selada.

Diminuição de vazamentos

Tanto no setor automotivo como outros em outros segmentos que necessitam da utilização de produtos provenientes do petróleo, o ideal é manter a diminuição de vazamentos e secreções de óleo, gasolina e demais produtos químicos agressivos e prejudiciais à saúde.

Muitos gestores do setor automotivo procuram por fabrica de bombonas plasticas sp, justamente por conta das vantagens que as bombonas proporciona a respeito da sustentabilidade.

O equipamento serve para conter rapidamente os mais variados vazamentos, como:

  • Gasolina;
  • Álcool;
  • Diesel;
  • Produtos alcalinos;
  • Químicos agressivos;
  • Dentre outros líquidos.

Sendo assim, esses produtos ficam armazenados nas bombonas plasticas usadas e são levados para uma unidade de tratamento, evitando o descarte inadequado no meio ambiente.

Além disso, existem bombonas que suportam de 50 a 300 litros. Em geral, o equipamento é feito de polietileno, o que garante a segurança e resistência durante o manuseio.

Elas possuem tampas, que mantém o líquido armazenado sem nenhum tipo de odor sobressalente.

Para quem não conhece sobre o mundo automotivo, basta procurar por tambores plásticos na internet que aparece diversos modelos e tamanhos.

Desafios e soluções

Mesmo tendo participação primordial na indústria e economia brasileira, bem como a mundial, especialistas e ambientalistas têm procurado cada vez mais por soluções sustentáveis cujos impactos do automóvel sejam menores no meio ambiente.

Sendo assim, soluções alternativas têm aparecido com veemência no mundo dos carros, assim como os que foram citados neste artigo.

Portanto, preservar o meio ambiente não é algo que está na moda, é dever e obrigatoriedade de todos, independente do segmento.

O Brasil e todas as pessoas precisam colocar em prática cada ação que envolva a preservação da natureza e que conscientize todos os consumidores. Quando isso acontecer, o mundo será muito melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *