Preservação ambiental: saiba como contribuir

Preservação ambiental: saiba como contribuir

Seja na maior das metrópoles ou  no interior do campo, a apreensão com o meio ambiente está em discussão, visto que já é fácil perceber os danos causados a ele.

Nos dias atuais, a atenção se estendeu da requalificação urbana para inúmeras formas de tentar restituir o que foi destruído ao longo da existência humana.

Tendo em vista que a população consumista entrou em uma guerra desleal com o meio ambiente, retirando dele mais do que precisava matando muitas espécies e vegetações.

Entretanto, o avanço dos meios comunicacionais e a divulgação de informações tornaram-se sócios à conscientização da população, que passou a se preocupar com isso.

Isto posto, confira algumas das atitudes que podem ajudar a sustentar o planeta e colocá-lo em recuperação.

1- Não jogar lixo nas vias públicas

Assim como as grandes construções residenciais precisam de um laudo de vistoria predial, além de seguir várias normas.

As pessoas também deveriam se atentar a normas que proíbem o descarte de lixo em vias públicas.

Visto que esse ato, suja as cidades, além do fato que o lixo descartado nas ruas pode ficar acumulado em bueiros e esgotos. 

Isto, por sua vez, pode gerar em dia de chuva o risco de enchentes , visto que é por meio dessas saídas que a água da chuva deve ser escoada.

Além disso, o lixo jogado nas ruas também pode ser levado até:

  • Rios;
  • Córregos;
  • Oceanos;
  • Nascentes de água.

Causando assim, o óbito de peixes e outros animais, além da poluição das águas. 

Portanto, para evitar estas situações basta depositar o lixo nos lugares certos, que realizam o descarte no local apropriado, evitando maiores danos ao meio ambiente.

2- Separar o lixo

Mais simples do que requerer uma licença ambiental CETESB, é o ato de separar o lixo, seja de uma residência ou empresa.

Realizar a divisão do lixo reciclável é uma maneira de ajudar no trabalho dos que exercem a coleta seletiva. 

Portanto, com essas duas ações simples, já é possível diminuir consideravelmente o impacto causado no meio ambiente, preservando mais os recursos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *