Os licenciamentos e o cuidado com o meio ambiente

Os licenciamentos e o cuidado com o meio ambiente

O meio ambiente é fundamental para a nossa sobrevivência e a sua preservação é fundamental para a vida humana na Terra. E quando falamos de preservação devemos falar sobre o papel das empresas e das pessoas nesse meio.

Os projetos de empresas e indústrias precisam seguir as legislações ambientais e as pessoas devem realizar o descarte de lixo eletrônico de forma correta, para que o meio ambiente não seja prejudicado, com um grande impacto.

E para que um empreendimento possa atuar no mercado com impacto ambiental diminuído é preciso respeitar as legislações ambientais, principalmente atendendo aos mais diferentes laudos técnicos.

Esses laudos permitem que as indústrias possam atuar de forma sustentável, criando processos de regularização e fiscalização mais adequada, além do uso de equipamentos como o filtro prensa para cuidar da água e do ar.

Neste artigo abordaremos sobre os laudos ambientais que as empresas podem recorrer e também dicas sobre como preservar o meio ambiente.

Dicas para preservar o meio ambiente

O meio ambiente passa por diversas mudanças climáticas, e uma das causas é a ação do homem na natureza, como uma maior emissão de gases poluentes, poluição de rios e mares e o descarte de lixo. E no meio desse processo existem ações que podem ser feitas para que o cuidado com este espaço seja garantido.

Um dos processos é o tratamento de águas industriais que ajuda na reutilização da água em outros processos na fábrica e também no descarte em rios e lagos, diminuindo o impacto ambiental causado por esses resquícios.

O primeiro aspecto que deve ser levado em consideração é preservar e plantar árvores. Por isso, é preciso não realizar podas ilegais e não se pode desmatar uma área sem que haja autorização e plano de reflorestamento. Cuidar dessas áreas é fundamental para a preservação do meio ambiente.

O segundo ponto é cuidar de todos os recursos hídricos do planeta, não jogando lixo em lagos, rios e mares, principalmente em regiões que possuem ecossistemas completos. Um ponto importante para o cuidado com as águas é as indústrias adotarem o tratamento de efluente industrial.

O terceiro aspecto é o cuidado com o lixo, realizando sempre que possível a coleta seletiva que separa:

  • Vidro;
  • Papel;
  • Alumínio;
  • Orgânico.

Em um amplo aspecto, o tipo de lixo que merece uma maior atenção é o eletrônico. No Brasil ainda não existe um processo de reciclagem, porém há postos de coletas de lixo eletrônico que emitem esse tipo de material para países que processam esses resíduos. Portanto, procure esses pontos de coleta de lixo eletronico para o descarte correto desse tipo de produto.

Os licenciamentos ambientais para as empresas

Construções de empresas e até de residências antes de começarem precisam identificar se está em área de preservação ambiental, ou, se há geração de impactos ambientais. Por isso que é de grande importância o cuidado com a legislação ambiental e a emissão de laudos técnicos.

A competência para emitir os laudos ambientais é do Sistema Nacional do Meio Ambiente – SISNAMA, o que garante a proteção e a melhoria da qualidade ambiental. Essa resolução é dada pelo CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente) nº 237/1997.

É necessário atender às normas ambientais municipais, estaduais e federais, e, tudo isso, para que uma obra tenha caçamba de entulho preço, tenha sistema de segurança e, também, recuperação dos impactos ambientais.

Em geral, os licenciamentos ambientais são organizados e ligados aos órgãos estaduais, principalmente se o empreendimento ficará em Unidades de Conservação Estadual ou que atingirá mais de uma município.

A licença ambiental é o ato administrativo que permite que uma obra comece colocando condições, restrições e medidas de controle ambiental. Para o licenciamento completo, a obra precisa passar por três tipos de emissões de documento ao longo das obras.

O primeiro é a licença prévia, que atesta a viabilidade ambiental dos empreendimentos, e coloca condições para a próxima fase. A segunda fase é a Licença de Instalação, que permite a construção dos prédios. São colocadas medidas de controle que serão tomadas.

E por fim é a licença de operação que faz a verificação das exigências e das medidas de controle ambiental, de modo a conferir se foram atendidas. Assim, a empresa pode operar.

Com isto, é fundamental preservar o meio ambiente, atentando-se aos licenciamentos ambientais e outros processos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *