Impactos urbanos causados no meio ambiente

Impactos urbanos causados no meio ambiente

A construção civil é um dos principais contaminantes ambientais, uma vez que consome boa parte dos recursos naturais do meio ambiente para produzir insumos indispensáveis no canteiro de obras.

Além disso, todo o processo envolve mudanças na superfície e vegetação, gerando reflexos negativos, como o aumento no gastos com energia elétrica, por exemplo.

Entretanto, existem organizações que ajudam a diminuir os impactos urbanos, como é caso da empresa de limpeza pós obra, que realiza todo tratamento, transporte e descarte correto de resíduos.

Deste modo, é imprescindível que gestores e empreiteiras conheçam os efeitos, mas que busquem por alinhamento entre obras e minimização de danos, assim como foi mencionado sobre a limpeza final de obra.

Por essa razão, preparamos um conteúdo fundamental para que você entenda e identifique os impactos urbanos causados no meio ambiente. Continue com a leitura logo abaixo.

Resíduos gerados pela construção civil

Por conta da diversidade das atividades desenvolvidas, o setor acaba sendo um dos que mais produzem resíduos. Em suma, isso acontece em decorrência da falta de técnicas adequadas, bem como os materiais usados em cada procedimento.

Esse detalhe pode ser evitado com a presença de uma equipe de consultoria de meio ambiente, que sinaliza aos gestores da obra sobre cada procedimento envolto ao descarte irregular, bem como o transporte e tratamento de resíduos.

Ou seja, ao gerenciar esse quesito, além de garantir os devidos cuidados ao meio ambiente, os gastos com a obra são minimizados, gerando economia e satisfação à equipe gestora.

Geralmente, os resíduos são materiais desperdiçados, produtos químicos jogados na natureza, dentre outros contaminantes.

Uma maneira de evitar isso é deliberando os materiais de maneira consciente a todos os operadores. Desse jeito, gastos serão inviabilizados, assim como o desperdício e descarte irregular.

 

Poluição sonora (ruídos e barulhos)

Além do impacto ambiental, a poluição sonora é outro fator que pode ser nitidamente percebido durante as obras. Entretanto, este ponto não se resume apenas ao processo em si. A construção de estádios de futebol, casas de shows e qualquer edificação barulhenta podem causar ruídos à vizinhança.

Neste sentido, o estudo de impacto de vizinhança entra em ação, uma vez que ele observa o Plano Diretor de um município a fim de entender as limitações urbanas e seus impactos ambientais. Conhecido como EIV, o estudo analisa os seguintes pontos:

  • Adensamento populacional;
  • Uso e a ocupação do solo;
  • Valorização imobiliária;
  • Áreas de interesse histórico, cultural, paisagístico e ambiental;
  • Equipamentos urbanos, incluindo consumo de água e de energia elétrica;
  • Poluição sonora, atmosférica e hídrica;
  • Dentre outros impactos urbanos.

Assim sendo, a empresa ambiental deve ficar incumbida de analisar todos esses aspectos, com o intuito de garantir o funcionamento da obra, bem como diminuir os impactos ambientais que seriam causados pela mesma.

Desperdício de recursos hídricos

Assim como os materiais de construção, quantificar a água que será gasta é praticamente impossível. Por conta disso, grande parte das edificações deve ser construída para reutilizar água da chuva, ajudando a amenizar o desperdício hídrico.

Ainda assim, durante as obras é necessário que a água também seja reutilizada, seja para limpar o canteiro, descargas no banheiro ou regar plantas.

Cabe destacar que fica a cargo da assessoria ambiental cada detalhe acerca dos cuidados do meio ambiente. Nos dias atuais, as grandes construtoras já contam com equipes que realizam a tarefa, com o objetivo de prezar pelo meio ambiente.

Impactos no meio ambiente em decorrência da poluição

A construção civil é uma das responsáveis pelo crescimento da poluição, especialmente quando as leis e normas estipuladas pelo governo não são respeitadas. Os sistemas de tratamento de esgoto construídos indiscriminadamente são prova disso.

Além do mais, o armazenamento inadequado de materiais pode poluir o solo, o ar e, principalmente, a água. Para contribuir com a diminuição desses impactos negativos, é necessário que o setor contribua com a criação de sistemas de tratamento de água e esgoto. A criação de parques também é uma boa opção.

Na verdade, tudo o que agregue valor e qualidade ao meio ambiente são pontos para serem incluídos no projeto ambiental de cada empresa.

 

Conclusão

O setor possui grande impacto sobre os fatores que vimos durante este artigo. Mas, também é possível observar que há um balanceamento entre as duas vertentes, tanto a ambiental quanto às obras.

Portanto, o ideal é sempre manter o equilíbrio para que o meio ambiente seja preservado e que a crescente tecnológica continue ampliando novos horizontes no âmbito da construção civil.

Dessa maneira, todos os lados saem ganhando, uma vez que as empresas e construtoras passam a aderir sistemas e procedimentos de tratamento de resíduos, a fim de diminuir os danos ambientais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *