Entenda a importância e processos do tratamento do esgoto

Entenda a importância e processos do tratamento do esgoto

O saneamento básico envolve o abastecimento de água para a população, sendo essa água limpa e tratada, bem como o seu tratamento adequado.

De um modo geral, o esgoto é gerado a partir de resíduos contaminantes e efluentes vindos das residências, indústrias e comércios. Tratar o esgoto é fundamental tanto por uma questão da reutilização da água, a preservação da saúde e também para não contaminar o meio ambiente.

Em muitos locais, o esgoto não tratado e é despejado em rios, mares e lagos, proporcionando uma contaminação ambiental gigantesca, que afeta não somente a água mas o ecossistema marinho.

Por isso, implementar estações de tratamento de esgoto, que apresentem licença ambiental e sejam supervisionadas por lei, pode ser uma boa alternativa para que esse tratamento ocorra de forma efetiva. Confira mais detalhes no decorrer da leitura.

A importância das ETEs

Uma ETE nada mais é que uma Estação de Tratamento de Esgoto, que tem a função de limpar ou tratar a água que chega contaminada.

Essa estação de tratamento de esgoto pode ser convencional ou ser uma estação de tratamento de esgoto compacta. Esse processo envolve o tratamento dos dejetos que chegam, sejam eles líquidos ou sólidos.

Um dos procedimentos que ocorrem são:

  • Floculação;
  • Inserção de reagentes anaeróbicos;
  • Decantação;
  • Aeração para destruir as impurezas;
  • Inserção de reatores;
  • Presença de tanques de areia;
  • Além de processos sólidos.

O processo de desinfecção do esgoto é complexo pois uma ETE compacta ou convencional deve apresentar uma boa estrutura para que as impurezas fiquem concentradas e a água seja tratada, para somente assim ser devolvida ao rio.

Esse processo pode utilizar diversas bactérias, que originam a presença de lodo e contribuem para reduzir os processos de poluição.

Além disso, o tratamento de esgoto pode passar por alguns filtros para reter impurezas. Um desses filtros é o filtro prensa.

O uso de um filtro prensa é fundamental nesse processo de tratar a água e o esgoto pelas vantagens que esse procedimento oferece.

São elas:

  • Baixo custo na implantação e manutenção;
  • Reaproveitamento de materiais retidos;
  • Elevada capacidade de filtragem;
  • Proporciona a separação de líquido e sólido;
  • Reduz o consumo de energia;
  • Fácil de instalar.

Esse tipo de filtro pode ser utilizado também dentro da indústria, em procedimentos de tratamento de efluentes internos.

Mais ainda, o uso desse filtro pode ser importante para desidratar os efluentes, para que o volume de lodo reduza.

Isso porque, quanto menor o lodo e quantidade de resíduos sólidos, mais fácil é o tratamento. Vale destacar que tal aspecto ainda pode reduzir a quantidade de material que pode ser direcionado a um aterro sanitário.

Pelo fato de o tratamento de água e esgoto ser um processo complexo, é fundamental que ele seja coordenado por uma equipe técnica e especializada no segmento.

Essa equipe consegue verificar os processos de desinfecção de água, aplicação de bactérias anaeróbicas, correção do pH (índice de acidez), dentre outros.

O que não pode ocorrer é o material não passar por uma estação compacta de tratamento de esgoto e ser despejado nos rios.

Outro tipo de descarte: o descarte de lixo eletrônico

Já falamos neste artigo sobre a importância das estações de tratamento de água e esgoto para garantir uma melhora ambiental, reduzir a poluição e ainda garantir o serviço de saneamento básico para a população.

No entanto, se o assunto a respeito do tratamento de agua e efluentes é importante, também é fundamental comentar sobre o descarte de lixo eletrônico.

De modo geral, o descarte de lixo é uma pauta bastante complexa, que vai envolver tanto um aspecto voltado à reciclagem, como a limpeza ambiental e coleta seletiva.

O lixo eletrônico surge de equipamentos eletrônicos, podendo ser baterias de celulares, carregadores, notebooks, aparelhos de televisão, dentre outros.

Mas, como descartar lixo eletrônico sem atingir e poluir o meio ambiente?

Bem, o lixo eletrônico apresenta alguns elementos metálicos em sua composição. Ou seja, em contato com o meio ambiente, esses materiais são altamente letais à natureza pois podem contaminar o solo, lençol freático, água e até mesmo os animais.

Por isso, o descarte de lixo eletrônico é especial e deve ser feito por empresas especificas e locais, onde existam pontos de coleta específicos. Cada município terá um tipo de local e por isso vale a pena realizar essa busca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *