Economia de energia nas indústrias e fábricas de grande consumo

Economia de energia nas indústrias e fábricas de grande consumo

A energia é um dos custos presentes em todas as atividades industriais. Em alguns casos, como nas indústrias siderúrgica, química, cerâmica, etc., o custo da energia é o mais importante na produção.

Logo, seu aumento pode afetar a sustentabilidade econômica das empresas. Mas, além de contribuir para sua competitividade, a economia de energia nas fábricas é fundamental para colaborar com os objetivos globais de redução das emissões poluentes.

Embora cada processo industrial seja diferente, existem algumas tecnologias e medidas de economia de energia que podem ser aplicadas em qualquer empresa. Além disso, outras ações podem ter como objetivo reduzir o custo da energia consumida.

Gestão energética

Para economizar energia na indústria, é necessário primeiro conhecer o consumo de energia dos diferentes processos e atividades da empresa. 

Para isso, é altamente recomendável contar com sistemas de gestão de energia, que facilitem procedimentos e equipamentos para medir o consumo e analisar, implementar e monitorar possíveis medidas de economia de energia. 

Você também pode recorrer a auditorias externas de energia, que identificam potenciais sumidouros de energia e os investimentos e ações necessárias para reduzir o consumo.

Iluminação eficiente com LED

Todos os edifícios industriais possuem instalações de iluminação. Este é um fator de custo a ter em conta, uma vez que a iluminação fica acesa muitas horas por dia, gerando uma quantidade significativa de energia consumida.

A tecnologia de iluminação mais eficiente é a tecnologia LED, que prevaleceu sobre as tradicionais lâmpadas de descarga industrial (vapor de mercúrio, vapor de sódio, lâmpadas fluorescentes) como a melhor solução devido à sua alta eficiência energética.

Além de oferecer uma vida útil muito mais longa do que qualquer outra tecnologia de iluminação. Ademais, as lâmpadas LED acendem instantaneamente e permitem uma maior flexibilidade das instalações consoante a sua utilização e ocupação. 

Esta tecnologia é apropriada não só para novas instalações, mas também é rentável na renovação de instalações de iluminação existentes, tanto em escritórios como em armazéns, oficinas e outros espaços.

Motores elétricos eficientes

Os motores elétricos representam a principal fonte de consumo de energia elétrica industrial e sua força motriz é usada para acionar várias máquinas e processos. 

Uma boa medida de economia de energia é a utilização de motores de alto rendimento, pois apresentam menores perdas elétricas e maior confiabilidade. 

Por outro lado, na operação de motores elétricos é necessário levar em consideração que seu desempenho é ótimo quando trabalham entre 75% e 100% de sua potência nominal.

Por isso é aconselhável selecionar corretamente o tamanho do motor de acordo com a carga que os vai mover. 

Outra medida relevante de economia de energia nas indústrias é a instalação de acionadores de velocidade variável quando os motores fazem parte de acionamentos de velocidade variável.

Como no caso de ventiladores ou bombas, pois estes permitem ajustar a velocidade do motor às necessidades e reduzir consumo de energia.

Autoconsumo fotovoltaico

A rápida redução dos custos das tecnologias de produção de eletricidade renovável já permite a instalação de painéis solares fotovoltaicos nas indústrias para atender parte da demanda de eletricidade. 

Geralmente, a instalação fotovoltaica é conectada à rede elétrica interna da empresa, permitindo cobrir parte do seu próprio consumo. 

Se a eletricidade produzida não for necessária a qualquer hora do dia, a energia excedente pode ser evacuada para a rede elétrica. 

Mas para maximizar o retorno econômico de uma instalação fotovoltaica, é preferível dimensioná-la visando ao autoconsumo, ou seja, será tanto mais lucrativa quanto mais a energia produzida pelos painéis solares for utilizada para o consumo próprio da empresa. 

Superdimensionar a instalação fotovoltaica para vender ou compensar os excedentes com a rede elétrica levará a um período de retorno mais longo para o investimento.

Também é possível instalar baterias para armazenamento de energia elétrica associadas à instalação de autoconsumo, tecnologia que está registrando uma rápida redução de custos e que permitirá aumentar a flexibilidade do consumo de energia elétrica.

Energia reativa

Além de reduzir o custo da conta de luz, a compensação da energia reativa permite reduzir as perdas nos condutores elétricos que transportam a eletricidade e aumentar a disponibilidade de energia ativa nos transformadores de alta tensão da indústria.

Discriminação horária

O preço da eletricidade numa indústria depende da forma do contrato de fornecimento de luz celebrado com uma empresa do mercado da eletricidade, que em qualquer caso, inclui os custos de produção e transporte de eletricidade nas redes elétricas.

Qualquer empresa terá à sua disposição um conjunto de planos e tarifários de energia com base em suas necessidades e padrão de consumo. 

Se a empresa contratar uma tarifa de luz com discriminação horária, significa que em alguns momentos do dia/noite, o preço da eletricidade será mais econômico, e isso ajudará a economizar nos gastos da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *