Construção civil e sustentabilidade: dá para combinar?

Construção civil e sustentabilidade: dá para combinar?

Quando falamos em sustentabilidade, automaticamente pensamos em ações relacionadas a evitar o desmatamento. Mas, cuidar do meio ambiente não é só isso.

Isso porque esse tema envolve diversos outros pontos importantes e áreas que devem ser analisadas. Uma dessas áreas é a construção civil.

Isso ocorre porque, para construir, é preciso preparar todo o terreno e lidar com muitas questões ambientais. Sendo assim, a gestão ambiental em obras de construção civil é um ramo de extrema importância para a manutenção ambiental.

A construção sustentável tem tanta relevância por ser um ramo de atividade que utiliza muitos produtos naturais e, consequentemente, causa um baixo impacto ambiental.

Isso sem contar os entulhos, resíduos e materiais que geralmente são utilizados e jogados fora posteriormente – o que ocorre em um nível muito menor com a parceria com uma empresa de gestão ambiental.

Para se ter uma ideia do resultado causado por essa área, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente, cerca de 50% de todos os resíduos da humanidade provém da construção civil.

Para diminuir todo esse problema e respeitar a sustentabilidade ambiental, o ideal é que a construção civil diminua a quantidade de resíduos e o uso de energia.

Além disso, preservar o meio ambiente natural é outra forma de respeitar o espaço. Utilizar materiais recicláveis e fazer projetos de construção que sejam mais flexíveis em relação à natureza também são atitudes importantes de serem tomadas.

Inclusive, existem diversas vantagens para os próprios gestores de construção ao investir na sustentabilidade. São elas:

  • Otimização e mais rapidez nos processos;
  • Redução de custos com materiais;
  • Estética mais moderna;
  • Referência e boa imagem no mercado;
  • Incentivos fiscais.

Os famosos edifícios verdes (Green Buildings)

Dentro deste conceito, criou-se a ideia de edifícios verdes (Green Buildings).

De modo geral, eles são construções pensadas inteiramente com base na sustentabilidade, desde o momento do planejamento até a finalização do projeto.

Com isso, esses prédios são construídos com materiais ecológicos, como tijolos produzidos sem serem queimados e terra natural.

Isso não é bom apenas para a construção em si, mas também para o bolso. É que utilizando esse tipo de material, os valores do projeto caem muito. O sistema de água e energia desses edifícios também são detalhadamente pensados para evitar danos ao meio ambiente.

Utilizar caçambas para o depósito de resíduos corretamente é uma forma de melhorar essa atuação. Em caso de grandes construções, é papel da gestão ambiental delegar para onde irão os devidos resíduos e dejetos.

Essa, com certeza, é uma das etapas mais importantes quando se fala em sustentabilidade na construção civil.

Inclusive, para que seja mais fácil se habituar à essa nova forma de trabalho, existem diversas tecnologias inovadoras.

Softwares voltados para construções sustentáveis já estão no mercado, o que auxilia no momento do planejamento e desenvolvimento do projeto.

Além disso, as tecnologias também diminuem a quantidade de papel impresso, o que entra em acordo com a proposta.

Outro ponto vantajoso de utilizar tecnologias digitais para a realização dessas construções é a segurança em guardar os dados.

Outras áreas que precisam ser sustentáveis

Não é apenas a construção civil que precisa apostar na questão da sustentabilidade. Outros meios, como indústrias e comércio, também precisam se preocupar com isso.

Uma fábrica de embalagens é um exemplo ótimo a ser tomado. Isso porque ela lida com muitos resíduos como papel, plástico, alumínio e papelão.

Sendo assim, além de ser importante pensar em pontos como redução de energia, utilizar esse materiais de forma reciclável é essencial para respeitar o meio ambiente.

Materiais como a Caixa de papelão com alça é uma tendência muito utilizada por essas fábricas, inclusive. Porém, não basta apenas utilizar materiais recicláveis para fazer os produtos, mas também é preciso realizar a separação correta no momento de jogar fora os objetos não utilizados.

Empresas também podem aderir à sustentabilidade com algumas medidas. O respeito ao meio ambiente é importante até mesmo para aumentar a consciência dos funcionários quanto ao assunto.

Sendo assim, algumas ações que podem ser realizadas são:

  • Eliminação de copos plásticos;
  • Separação dos tipos de lixo;
  • Utilização de energia renovável;
  • Diminuição da quantidade de impressões.

Todas essas ações, desde a construção civil até as empresas, estão dentro de um ciclo muito importante para a qualidade de vida da sociedade.

Atitudes como essas influenciam não apenas quem está ligado diretamente, mas todas as pessoas que vivem em volta ou próximas aos locais.

Por isso, estar atento às novidades e as formas de melhorar a atuação em relação ao meio ambiente é essencial para que tornemos o nosso dia a dia ainda melhor e mais saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *