Conhecendo mais sobre o tratamento de água

Conhecendo mais sobre o tratamento de água

Quando a água chega às torneiras das residências, ela está limpa e pronta para o consumo humano. Entretanto, antes disso, passa por um intenso tratamento de água que a torna potável e apta para ser consumida.

Tanto a purificação da água como o tratamento de esgoto acontece diretamente na ETA – Estação de Tratamento de água, e na ETE – Estação de Tratamento de Esgoto.

A Sabesp, empresa responsável pelo abastecimento hídrico de mais de 200 municípios do Estado de São Paulo, incluindo a capital, realiza o tratamento de água e esgoto de todos os locais atendidos, uma vez que aplica alguns padrões nos serviços de água e esgoto de água das cidades.

Sendo assim, preparamos este conteúdo especial, para que você conheça mais sobre o tratamento da água que chega à sua torneira. Continue com a leitura deste artigo a partir dos demais tópicos.

Importância do tratamento hídrico

Assim como foi mencionado acima, o tratamento de água e esgoto é algo fundamental, pois lida diretamente com a higiene do líquido mais consumido e primordial para todas as pessoas.

Por conta de questões higiênicas, muitas pessoas buscam por reservatório de água metálico preço, revestidos com aço inox. Isso porque este material promove mais higiene no processo de armazenamento, uma vez que a liga metálica não mantém resíduos em sua superfície.

Sendo assim, o tratamento da água pode ser realizado para atender diversos aspectos, entre eles:

  • Econômicos: redução de ações corrosivas, cor, turbidez, ferro e manganês.

  • Higiênicos: retiragem de bactérias, vírus, protozoários e outros microrganismos;

  • Estéticos: correção da cor, sabor e odor da água.

Os serviços públicos de abastecimento, assim como o da Sabesp, devem fornecer água sempre saudável e de boa qualidade aos consumidores. Assim sendo, o tratamento apenas deverá ser adotado e realizado depois de demonstrada a devida necessidade e, sempre que for aplicado, deverão corresponder somente os processos necessários à obtenção da qualidade da água.

Deste modo, as necessidades de tratamento devem ser determinadas de acordo com inspeções sanitárias, bem como os resultados de análises bacteriológicas, representativas do manancial a ser usado como fonte de abastecimento.

Além disso, os cuidados com a água não é algo somente necessário nos mananciais, o consumidor também pode adotar medidas econômicas e higiênicas durante o recebimento da água, como a instalação da caixa padrão sabesp, que mantém o hidrômetro seguro e livre de eventuais defeitos.

Etapas do tratamento de água

Agora que você já conheceu sobre a importância do tratamento de água, vamos mostrar como é feito todo o processo necessário até que o líquido possa chegar pronto para o consumo nas residências. Veja logo abaixo.

Coagulação e Floculação

Nestas duas primeiras etapas, as impurezas presentes na água são aglomeradas pela ação do coagulante. Elas se tornam partículas maiores, denominadas como flocos.

Dessa maneira, elas passam pelo procedimento de decantação para que as partículas agrupadas sejam retiradas da água. Assim sendo, os reagentes usados são denominados de coagulantes, que normalmente são o cloreto férrico e o sulfato de alumínio.

Por sua vez, cabe salientar que na coagulação ocorre o fenômeno de agrupamento das impurezas presentes na água e, na floculação, a produção efetiva de flocos.

Decantação

Nesta fase, os flocos são devidamente separados da água pela ação da gravidade. Para isso, utilizam-se tanques de formato retangular, que facilitam o procedimento de decantação.

Filtração e Desinfecção

A água decantada é encaminhada às unidades de filtração onde é efetuado o procedimento em que o líquido é limpo e quase apropriado para o consumo.

Para isso, um filtro constituído de um meio poroso granular, normalmente areia, de uma ou mais camadas, é instalado sobre um sistema de drenagem, capaz de reter e retirar as impurezas ainda presentes na água.

Em contraponto, para realizar a desinfecção de água de abastecimento é usado um agente físico ou químico – desinfetante, cuja finalidade principal é a destruição de microrganismos patogênicos, responsáveis por transmitir doenças.

Em suma, são utilizados em abastecimento público os seguintes agentes desinfetantes:

  • Cloro;

  • Ozona;

  • Luz ultravioleta;

  • Íons de prata.

Empresas como a Sabesp utiliza agentes desinfetantes em forma gasosa, como o cloro, que é devidamente dosado por meio de equipamentos que permitem o controle sistemático da aplicação.

O cloro tem aspecto muito característico, pois torna a água branca, fator que determina o efeito do componente químico do líquido.

Fluoretação

A fluoretação da água acontece a partir de compostos à base de flúor.  A ação contribui para a redução de cárie dentária.

Deste modo, água fica pronta para o consumo, limpa, com ótimo aspecto, sem odores ou resíduos perigosos à saúde. Com isso, o líquido pode ser armazenado em uma caixa dagua 5000 litros com toda a segurança e higiene possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *