Conheça mais sobre os serviços ambientais para a indústria

Conheça mais sobre os serviços ambientais para a indústria

O meio ambiente é um dos pontos mais importantes hoje em dia para humanidade. Aliás, sempre foi. É com ele que podemos respirar e viver em um mundo menos poluído e sufocante em relação às sujeiras e afins.

E, por outro lado, existem os ambientes industriais, que produzem todos os tipos de serviços, produtos e maquinários, para que a sociedade possa se desenvolver de maneira moderna e tecnológica.

Só que, a indústria, acaba poluindo e tendo que fazer diversos outros tipos de programas e participar de sistemas como tratamento de agua e esgoto, e outros tipos de iniciativas, para que ela diminua seu impacto ambiental.

Ou seja, há um contratempo entre esses dois assuntos, principalmente porque um utiliza do outro, mas há algum tempo já existem algumas saídas e hoje iremos falar exatamente sobre isso. Então acompanhe o artigo e saiba mais.

Licenciamento ambiental

Primeiramente iremos falar de um procedimento administrativo chamado de licenciamento ambiental CETESB.

Isto é, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo possui um tipo de documentação que faz a determinação de todos os tipos de empreendimentos e atividades.

Supondo, se você pretende instalar, localizar, ampliar ou reformar suas operações, mas elas utilizam de recursos ambientais e podem ser consideradas potencialmente poluidoras ou degradação da natureza, terá que possui essa licença.

Há uma lei federal que indica as possibilidades e as etapas que o empreendedor necessitará fazer para que seu projeto seja aprovado ou não. Existem três tipos, e iremos exemplificá-los.

A primeira possibilidade é demonstrar o quanto os recursos naturais são usados, como o ar, o solo, água e outros elementos.

A segunda consta que a atividade é poluidora e a terceira é quando o empreendimento degrada diretamente a constituição da natureza.

Enfim, caso essas possibilidades ocorram, elas devem ser corrigidas, para que aí seja possível a conquista do material de licenciamento. Essa emissão dependerá de um profundo estudo no local, onde a CETESB irá colocar suas análises em práticas.

Como há muitos locais e todos são diferenciados, não há nenhum tipo de licença padrão que faça com que você já saiba o que irá acontecer.

Pense sempre nos três estágios possíveis, que são feitos pela licença prévia, a licença de instalação e a licença de operação.

A licença prévia (LP) é feita na fase de planejamento, deste modo, ela deve ser feita a partir do momento que você pensa em construir ou modificar o seu ambiente, seja como for.

A licença de instalação (LI) autoriza que o empreendimento instale as especificações aprovadas pelo órgão ambiental. Já a licença de operação (LO) é a análise e supervisão do cumprimento de todos os condicionantes legais.

Existem alguns benefícios desse tipo de documentação, dentre eles podemos citar:

  • Salvar o meio ambiente;
  • Deixar a natureza mais segura;
  • Estar livre de problemas ambientais e também salvar o planeta;
  • Ter mais qualidade nos serviços;
  • Atrair consumidores.

Esse último benefício tem crescido cada vez mais, pois o mercado está se tornando exigente e fazendo com que marcas tomem consciência de mundo e de vivência. Então fique atento a isso e busque fazer a coisa certa.

Tratamento de águas

Outro tipo de tratamento que você pode oferecer para sua empresa, de modo que seja possível é o tratamento de águas residuais industriais, que é um processo de remoção de todos os agentes contaminantes dessas águas.

Esse tipo de trabalho pode ser feito em instalações domésticas, comerciais, mas é muito mais visto em industriais. Esse tratamento visa usar processos que sejam mecânicos, químicos e também biológicos para que os fluídos indesejados sejam retirados.

Trata-se basicamente de uma ETE Compacta (Empresa de tratamento de efluentes) em seu ambiente privado. É válido lembrar que esse sistema de tratamentos é muito parecido com os que ocorrem em nossas cidades.

Seus processos de tratamento podem ser desde simples reservatórios até a sedimentação, processos refinados e tratamento biológico avançado que mais são utilizados atualmente.

Enfim, o objetivo de qualquer ETE é retirar todos os tipos de bactérias, fluídos, resíduos e vírus nessa água, para que ela possa ser reutilizada como mais um ingrediente nesses locais que tanto necessitam deste recurso.

Com isso você ajuda o meio ambiente, não desperdiça água e ainda trabalha de uma forma mais sustentável e moderna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *