Conheça mais sobre engenharia ambiental

Conheça mais sobre engenharia ambiental

O licenciamento ambiental é definido como um procedimento administrativo através do qual órgão ambiental concede a autorização da localização, instalação, ampliação e operação de empreendimentos e outras atividades que fazem uso de recursos ambientais, e podem ser consideradas como ameaças ao meio ambiente.

Uma consultoria ambiental SP pode ter o seu serviço contratado visando esclarecer essas dúvidas e fazer todo o processo exigido pelo governo.

A Lei Federal nº 6.938/1981, que institui a Política Nacional de Meio Ambiente, ressalta que um empresário é obrigado a solicitar a  licença ambiental em casos de uso de recursos naturais na obra, poluição do meio ambiente causada pela empresa ou ainda quando ele tem possibilidade de degradação do meio ambiente.

A engenharia ambiental é a área da engenharia que estuda desenvolvimento sustentável, integrando algumas dimensões que envolvem o meio ambiente, como as dimensões:

  • Social
  • Ecológica
  • Tecnológica
  • Econômica

O principal objetivo de um engenheiro ambiental é fazer o desenvolvimento de técnicas de preservação do ar, da água e do solo.

Além disso, ele deve fazer o estudo problemas do meio ambiente visando a projeção, operação e construção dos sistemas e água e esgoto, nunca ultrapassando os limites de exploração ambiental.

As empresas de engenharia ambiental em SP podem fornecer serviços de qualidade para quem está interessado em realizar alguma obra e necessita de consultoria.

O que faz um engenheiro ambiental

Muitas das atividades econômicas exercidas pelo ser humano possuem influência direta causando impactos no meio ambiente.

Com o objetivo de preservar os recursos naturais, promovendo um desenvolvimento que seja mais sustentável, o engenheiro ambiental faz uma avaliação dos possíveis efeitos que determinadas atividades podem causar.

A partir disso, ele elabora uma série de ações que visam minimizar o impacto dessas atividades na natureza.

Além de se preocupar com a conservação do meio ambiente, o engenheiro ambiental possui a função de promover a saúde humana.

Uma de suas responsabilidades é fazer a projeção de sistemas de obtenção, tratamento e distribuição de água, além de ser responsável pelo controle da poluição do ar e do solo e pelo sistema de tratamento de esgoto, além de cuidar do descarte de resíduos.

Como é feito o tratamento de água e esgoto

O tratamento de água é indispensável em qualquer região. Isso porque a água só pode ser consumida depois de ser submetida a um tratamento.

O processo de tratamento da água começa com pré cloração, quando ocorre a adição de cloro na água assim que ela chega à estação, com o objetivo de eliminar matéria orgânica e metais.

A pré-alcalinização é a etapa em que cal ou soda é adicionada à água com o intuito de ajustar o ph.

Durante a coagulação, sulfato de alumínio, cloreto férrico ou outro coagulante é adicionado à água, que passa por um processo de agitação depois da mistura.

Por fim, na etapa de floculação, a água é misturada lentamente para que se formem flocos com as partículas.

saneamento basico é um direito de todas as pessoas, mas, infelizmente, ainda não é uma realidade.  Na decantação, a água passa por tanques em que a sujeira é decantada.

Já na filtração, ela passa por tanques que têm leitos de pedras, areia e carvão antracito que conseguem reter a sujeira que ainda permaneceu na água.

A pós-alcalinização vem em seguida para fazer a correção do ph da água, evitando problemas de corrosão ou incrustação das tubulações.

Quando o cloro é adicionado à água, o processo é chamado de desinfecção. E a fluoretação é quando o flúor é adicionado para evitar que a população adquira cáries.

Já uma estação de tratamento de efluentes industriais é responsável por  tratar os efluentes industriais quando a quantidade de carga poluidora e contaminantes ultrapassa a permitida.

Isso só é possível ser medido quando especialistas fazem a coleta de amostras para análise de alguns parâmetros que podem representar a carga orgânica ou a carga tóxica dos efluentes.

A água pode ser utilizada pela indústria de diversas formas, sendo incorporada  ao produto, usada para a  lavagens de máquinas, tubulações e pisos ou nos sistemas de resfriamento e geradores de vapor.

Ela também pode ser utilizada nos vasos sanitários ou para o próprio processo industrial.

Quando ela é incorporada aos produtos ou sofre evaporação, ela não precisa ser tratada. Porém, nas outras situações, o tratamento se torna necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *