Como realizar o descarte correto de baterias automotivas

Como realizar o descarte correto de baterias automotivas

Você sabia que existe um descarte correto para as baterias automotivas? Afinal, esse item possui componentes capazes de prejudicar o meio ambiente.

Portanto, um descarte inadequado de bateria heliar 60 coloca não somente a sustentabilidade em risco, mas também da população em geral.

Neste artigo, apresentaremos quais os danos causados pelas baterias mal descartadas, além de um passo a passo de como realizar o descarte correto. Acompanhe!

Prejuízos causados pelo mau descarte

O cuidado com o descarte das baterias automotivas está relacionado ao fato de que ele provoca males dos mais diversos, entre eles:

  • Danos ao solo;
  • Problemas no ar;
  • Água contaminada;
  • Prejuízos à saúde humana.

A contaminação do solo se dá por conta dos componentes tóxicos eliminados pela bateria, quando jogados em lixeiras convencionais ou na própria natureza. 

Como consequência, se uma bateria 12v para moto é descartada em qualquer ambiente, o chumbo contido nela será capaz de contaminar todo o local, principalmente o ar, causando problemas à sua saúde.

Por conta da baixa solubilidade dos componentes, a absorção ocorre por meio da respiração ou da boca.

Junto a isso, os demais materiais tóxicos da bateria automotiva esgotada podem provocar disfunções nos sistemas circulatório e nervoso, além de problemas nos ossos.

Por estarem em fase de desenvolvimento do sistema neurológico, bem como do próprio organismo em relação ao peso, as crianças são as mais suscetíveis nesse cenário. 

Ademais, a contaminação da água ocorre quando o descarte da bateria é feito próximo a um rio ou lago. A vida ali existente sofrerá perdas, além de que a água não poderá ser consumida.

Afinal, onde fazer o descarte?

Em 1999, o Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) criou a Resolução 257, que é responsável por disciplinar o gerenciamento mais adequado para as baterias esgotadas, principalmente a respeito da coleta, reutilização, reciclagem, tratamento e disposição final.

De acordo com o órgão, uma bateria automotiva 60 amperes e similares devem ser entregues ao distribuidor ou fabricante após seu esgotamento energético.

Desse modo, é realizado um descarte mais seguro e ecologicamente correto, garantindo que os componentes da bateria não contaminem rios e afluentes, além de aterros.

Por fim, há uma maior garantia de que o material recuperado será reciclado e utilizado na produção de novas baterias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *