Como fazer sabonete caseiro? Receita simples e perfumada!

Como fazer sabonete caseiro? Receita simples e perfumada!

O sabonete caseiro é livre de derivados de sulfatos, parabenos, petróleo, corantes, entre outras fragrâncias sintéticas – logo, a ausência destes aditivos/conservantes corroboram numa melhor escolha ambiental.

Qual a diferença entre o sabão e o sabonete?

Quimicamente falando, as diferenças são pequenas. Além, é claro, da aparência mais vistosa do sabonete e o cheiro um tanto quanto mais agradável, ambos são feitos da mistura de óleo com soda cáustica. Existem dois tipos de sabão: em pó e líquido. Resumidamente, o sabão é a matéria-prima do sabonete. Mais transparente e puro, é normalmente usado para remoção de sujeiras e demais funções de lavabo.

O sabonete possui maior familiaridade de todos por ser destinado para higiene pessoal. Logo, costuma ser mais suave e leve em relação ao sabão.

Benefícios do sabonete caseiro

Economizar é sempre bom, não é mesmo? E quando o assunto é sabonete, não é diferente. Vale ressaltar, também, que o sabonete caseiro é mais puro comparado aos industrializados; e não para por aí: ele ainda te ajuda a economizar. É isso mesmo! O sabonete caseiro pode durar até 6 meses.

Como fazer sabonete caseiro pode ser uma renda extra

Além de ser uma prática sustentável, a utilização de sabonete caseiro é um campo que, felizmente, está crescendo. Isso é bom não apenas para o meio ambiente, mas também para aquelas pessoas que desejam complementar sua renda – através de um empreendimento inovador e ainda pouco explorado, a produção caseira de sabonetes é uma área promissora. Se esse é o seu caso, podemos te ajudar! 

Destinado para quem deseja aprender desde o básico até o mais avançado no que se refere a vendas, a Ciclo Essencial preparou um curso que, além de dar essa preparação, conta com aulas experimentais em quais os alunos podem conhecer a metodologia e os conteúdos trabalhados! Com temas voltados para aromaria, saboaria, cosméticos artesanais, a Ciclo Essencial acompanha o aluno desde o primeiro investimento até o primeiro lucro. 

Acompanhe a leitura até o final e descubra tudo que você precisa para entrar de vez no ramo de perfumaria.

Como fazer sabonete caseiro é uma melhor escolha ambiental

O nosso planeta está gritando por socorro – vemos isso todos os dias nos jornais, nos noticiários, e no nosso próprio dia a dia. Você já parou para pensar o que poderia fazer para conseguir reduzir os danos e diminuir os impactos ambientais do consumo? A boa notícia é que pequenas atitudes e mudanças no nosso dia a dia podem ser extremamente significativas quando falamos em sustentabilidade.

Uma dessas mudanças você pode começar agora mesmo, trocando o uso do sabonete industrializado para o sabonete caseiro.

As grandes indústrias são responsáveis por um descarte exacerbado de lixo e pelo uso excessivo de plástico para as embalagens, que demoram até 450 anos para se decompor. Fazendo sabonete em casa ou adquirindo de pequenos produtores, além de reduzir a demanda das indústrias poluentes, ainda pode reduzir significativamente o uso de plástico, trocando a embalagem de plástico por uma de papel ou outro material biodegradável.

Além disso, o sabonete caseiro é livre de derivados de sulfatos, parabenos, petróleo, corantes, entre outras fragrâncias sintéticas, que são substâncias altamente poluentes – logo, a ausência destes aditivos/conservantes corroboram numa melhor escolha ambiental.

O que você precisa saber antes de aprender como fazer sabonete caseiro

Antes de mais nada, é importante saber qual resultado você deseja obter. Depois disso, é necessário ter claro quais ingredientes necessários para chegar a este objetivo!

O que não falta na criação de um sabonete caseiro é o espaço para colocar um toque especial – mas claro, assim como em toda atividade, a intimidade com os produtos você só vai desenvolver com o tempo.

Quanto cobrar por um sabonete artesanal?

No início, ainda com a insegurança, é natural não ter dimensão de como precificar seus produtos. Porém, isso vai fazer toda a diferença no seu resultado final. Com o auxílio de estudos e cursos, como o que a Ciclo Essencial oferece, você pode aprender a precificar seu trabalho de uma forma assertiva, que te traga um retorno financeiro justo pelo seu empenho e investimento e também seja atrativo para os clientes.

Mas vamos à pergunta que não quer calar: o que, de fato, é preciso para fazer um sabonete caseiro, hein?

Pegue seu caderninho e vamos de receita:

  • 1 kg de Glicerina Transparente
  • 80 ml de essência
  • 80 ml de extrato glicólico
  • 100 ml de lauril (opcional)
  • Corante a base de água

 

MODO DE PREPARO:

  • Corte a glicerina em cubos, e derreta. Após toda a glicerina derreter mexa bem, retire do fogo, aguarde criar uma nata e adicione os

demais itens.

(Adicionar manteiga vegetal ou óleo vegetal nesta base pode deixá-la opaca)

E após anotar toda essa lista, você tem familiaridade com estes ingredientes? Não? Então, não se preocupe que a ArteFeita te explica tudinho!

A glicerina é um composto orgânico (glicerol ou propanotriol) pertencente à função álcool. O termo glicerina faz referência ao produto em uso na forma comercial – e possui pureza acima de 95%. Você pode encontrar o produto em drogarias e lojas de cosméticos.

Além disso, os sabonetes de glicerina são extremamente suaves com a pele e são indicados para iniciantes no ramo da perfumaria – devido ao fato da venda de glicerinas já prontas.

 

Qual a diferença da base glicerinada branca e transparente?

Por incrível que pareça, esta é uma das dúvidas mais frequentes quando o assunto se refere às bases glicerinadas.

A base glicerinada branca é justamente a base glicerinada transparente com o detalhe do acréscimo do pigmento branco em pó de dióxido de titânio (TiO2) – responsável pela coloração.

Outra dica muito importante é combinar corantes com as essências – isso vai te ajudar na hora de identificar seus produtos.

A hora da secagem dos produtos é crucial! Portanto, não deixe os sabonetes secarem na geladeira e muito menos ao vento, pois a base irá transpirar. Sabonetes caseiros possuem componentes de óleos vegetais, manteigas, argilas e demais aditivos da natureza. É muito importante evitar exposição do produto à luz e umidade; além de deixá-lo longe de locais com resquícios de água.

Outro detalhe importante é a forma como você vai embalar o produto. As folhas de papel encerada estão entre os materiais mais comuns de uso – principalmente para iniciantes. 

O papel possui um material especial capaz de repelir a umidade, fazendo com que não interfira em sua finalidade.

O campo é extenso, viu? É possível fazer sabonete de mel, argila, alecrim e até de chocolate! O que não falta é espaço para você deixar a sua criatividade te levar.

 

Qual a melhor base para fazer sabonete?

O primeiro passo para quem deseja iniciar uma produção de qualidade é ter atenção com a base – componente que possui papel fundamental na construção final do produto. É chamado por muitos como o alicerce fundamental – aquele que é responsável por todo início do processo.

Assim como na construção de uma casa, ter uma planta é imprescindível para te guiar ao seu objetivo final, não é mesmo? Mas aqui, chamamos a nossa ‘planta’ de base.

Como fazer sabonete caseiro ficar cheiroso?

O ideal para fazer com que seu sabonete fique cheirosinho é colocar 3% do peso da base em óleo.

Se você gostou deste conteúdo e deseja saber mais, continue nos acompanhando!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *