10 curiosidades sobre o tratamento e destinação de resíduos

10 curiosidades sobre o tratamento e destinação de resíduos

O sistema que envolve as coletas de resíduos sólidos possui a função de coletar os resíduos nos locais onde são gerados (residências, estabelecimentos comerciais, públicos, institucionais e de prestação de serviços) e transportá-los até os locais de destinação, que podem ser vários, dependendo do caso.

Esse tipo de coleta é feito em setores pré-determinados no mercado, de acordo com a quantidade dos resíduos e sua especificidade em cada região.

Em algumas cidades, o serviço é realizado em áreas rurais, incluindo áreas de preservação e rotas de turismo local.

Uma das preocupações mais comuns das pessoas em áreas urbanas é a forma de como dar destino ao lixo, que constitui não só um problema estético, mas também social e econômico. A reciclagem de materiais é possível de ser feita rapidamente e com eficiência.

O progresso tecnológico e o crescimento industrial trouxeram um grande problema, que foi o aumento da quantidade de resíduos gerados pelas empresas.

A indústria cresceu consideravelmente nas últimas décadas, e o mesmo tem acontecido com a quantidade de resíduos.

De modo a impedir a desorganização e caos, surgiu no mercado o conceito de coleta de resíduos sólidos.

Essa coleta é amplamente conhecida pelo público, mas nem sempre realizada de maneira adequada.

O processo identifica a composição dos materiais a serem descartados para que a reciclagem seja feita da melhor forma possível.

As coletas de resíduos sólidos não apenas fazem com que as empresas se tornem mais sustentáveis, como também melhoram sua imagem e credibilidade junto ao público, que deseja ambientes limpos e livres de lixo.

Também ajuda na geração de novos empregos, movimenta a economia e permite que mais pessoas sejam beneficiadas financeiramente.

O trabalho de coleta deve ser feito por profissionais capacitados para selecionar e organizar os resíduos sólidos que serão descartados em diferentes pontos.

O descarte dos resíduos deve ser realizado de forma que o meio ambiente não seja prejudicado.

10 curiosidades sobre o tratamento e destinação de lixos e resíduos

1. O artista alemão H.A. Schult criou uma obra conceitual chamada The Trash People, composta por latas amassadas e lixo eletrônico, para fazer uma crítica ao consumo desenfreado nas grandes cidades;

2. O Eden Project é o nome do projeto de uma árvore de Natal feita completamente de materiais reciclados;

3. Em 2005, na cidade de São Francisco, EUA, foi construído um edifício experimental intitulado Scrap House, contendo uma exposição de arte a partir de um sistema de reciclagem;

4. Um artista africano chamado Pascale Marthine criou a Plastic Bags, uma instalação de 10 metros composta de sacolas plásticas. A obra, que também inclui uma noção de destinação de resíduos adequada e é uma crítica ao capitalismo;

5. Em Nova York, EUA, há uma banda chamada Bash The Trash, fundada por John Bertles e Carina Piaggio. Os instrumentos musicais são feitos de materiais reciclados;

6. No Japão, foi construído um caixão especial chamado Ecopod, feito à mão a partir de folhas de jornal reciclado;

7. Uma tecnologia que vem apresentando muitos problemas ecológicos é a de incineração de lixos. Isso porque as incineradoras (que protagonizam todo e qualquer processo de incineração) são a maior fonte de poluição por mercúrio;

8. Os  recicláveis secos são compostos por metais, papelão, vidro e diferentes tipos de plástico;

9. Os resíduos recicláveis rejeitos são compostos por componentes de banheiros, como fraldas, absorventes e cotonetes;

10. O Brasil é um dos países que mais possuem catadores de lixo nas ruas.

Os sistemas de coletas de resíduos sólidos

Os sistemas de coletas de resíduos sólidos variam conforme a região e as especificidades do trabalho. Há, em geral, dois sistemas principais:

1. Sistema de coleta e transporte misto

Eles também são coletados no local de sua geração e moídos dentro de um veículo transportador, para em seguida serem levados até o local de destinação.

Esse tipo de sistema é encontrado na maioria dos municípios, independentemente se há um planejamento urbano mais sofisticado. A destinação de itens perigosos também é de importante tratamento neste contexto.

2. Sistema de coleta seletiva

Os resíduos são coletados separadamente, de acordo com cada tipo. Neste caso, os próprios geradores de lixos fazem uma separação prévia dos materiais para que a coleta seletiva seja realizada posteriormente. Esse tipo de sistema que envolve o tratamento de resíduos é encontrado em municípios com algum planejamento urbano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *